Ouro Preto - Minas Gerais - Brasil

O segundo vídeo do projeto ficou pronto e escolhemos dar nossos pulinhos em Ouro Preto. A cidade fica a pouco mais de uma hora de Belo Horizonte e assim, aos poucos, até onde a gente alcança, vamos buscando novas cidades e novos lugares legais. Por ser perto, tem uma vantagem e uma desvantagem, você pode ir quando quiser, já que é logo ali, e é exatamente por esse motivo que você acaba quase nunca indo. Me lembra quando eu morava no Rio e só ia para a praia quando chegava visita. Mas o projetoNum Pulo tai pra isso, pra motivar nós e vocês a explorar lugares legais. E lá fomos nós. 

Ouro Preto é uma cidade linda assim como todo circuito de cidades históricas mineiras. Se você ainda não conheçe espero que o projeto seja o empurrãozinho para você também dar um pulinho por lá. Chegamos na cidade e fomos dar uma volta pra escolher os principais locais das imagens. 

A primeira impressão foi, “Nossa, tem carro pra todo lado, será que vai ficar legal?”. O centro histórico é todo charmoso e os carros modernos parecem um contraste indesejável. Sei lá, devia ser proibido carro nessa cidade. Ai a gente pensou: “Ok, vamos acordar bem cedo já que temos só um dia para fazer as imagens e quem sabe, assim, tem poucos carros.” Detalhe: eu e Paula acordamos sempre muito tarde nos fins de semana. 

Ai a Paula já pergunta: “Ta bom, cedo tipo 10h:30?” #realista

E eu respondo: “Hummm, mais ou menos! Cedo tipo 6h:30”. #determinado #destemido #tudopelaarte

Paula: “Ah tá, 10h a gente sai então.” #desacreditada #sorrizinho

Alarme tocando, snooze pra cá, snooze pra lá e tcharãn, 6:45 estávamos de pé. Nem café da manhã o hotel estava servindo ainda. Sem problemas, vamos embora e depois passamos aqui de volta. Várias repúblicas ainda estavam tocando música alta e vimos muitas pessoas vestindo roupa de formatura andando bêbadas pelas ruas. Mas a luz estava linda e poucos dos malditos carros estavam estacionados pelas ruas. Tudo perfeito, bóra fazer nossos pulinhos.

Sobe morro aqui, desce morro ali, pula, filma, sobe mais, desce de novo, pula, pula, pula, filma… O equipamento é bem pesadinho e antes do meio dia já estávamos mortos com a batata da perna queimando.  Já não aguentávamos mais subir morro e descer morro. Só pensávamos em uma coisa: “Cade o nosso carro?”. “Meu deus, a gente precisa muito do carro.” “Como alguém vive nessa cidade sem carro?”. 

Fomos correndo buscar o carro que estava em frente a pousada. Que sensação maravilhosa subir o morro acelerando levemente com os pés quase mortos. Entre uma cena e outra lá estava o nosso carro, estacionado, criando um contraste agora perfeito entre a cidade e o moderno. #ouropreto #carros #tudoaver #paixãoeterna.

Apesar da produtividade ter caido com o carro, fomos até o fim do dia correndo atrás de locações. É sempre mais interessante vasculhar e explorar a pé, quando possível. Mas fomos a lugares que não iríamos sem o carro. Fizemos imagens em 30 locações diferentes e usamos 15 delas no vídeo final. A gente adorou a experiência e o vídeo ficou bem bonitinho. 

Esperamos que vocês gostem. Beijos e até a próxima.

Fim do dia :)

Fim do dia :)